domingo, 1 de junho de 2014

Proas em Viana do Castelo (34)

Símbolos, desenhos ou apenas letras, podemos ver nas proas dos barcos, alguns são da frota de pesca Vianense outros não, contudo são registos feitos no  Porto de Viana do Castelo.
( Proa é a parte dianteira da embarcação, sendo esta embelezada ao gosto de cada dono que normalmente é o mestre da mesma.)



quarta-feira, 28 de maio de 2014

Pinturas de navios 45

Foto e texto extraídos do livro "Sessenta Anos de História" edição do Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.


Porta contentores "Izmail" pintura do Arquitecto Telmo Gomes
"Os navios são como as pessoas. Morrem só fisicamente. Das pessoas, fica a alma, que se diz ser imortal e, de algumas, fica a história da sua vida, por excepcional. Dos navios, a alma morre com as suas guarnições, mas fica a história, quando alguém a escreve.


Autor: Arquiteto Telmo Gomes

terça-feira, 13 de maio de 2014

Proas em Viana do Castelo (33)

Símbolos, desenhos ou apenas letras, podemos ver nas proas dos barcos, alguns são da frota de pesca Vianense outros não, contudo são registos feitos no  Porto de Viana do Castelo.
( Proa é a parte dianteira da embarcação, sendo esta embelezada ao gosto de cada dono que normalmente é o mestre da mesma.)


sábado, 10 de maio de 2014

Pinturas de navios 44

Foto e texto extraídos do livro "Sessenta Anos de História" edição do Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.


Porta contentores "Wannsee" pintura do Arquitecto Telmo Gomes
"Os navios são como as pessoas. Morrem só fisicamente. Das pessoas, fica a alma, que se diz ser imortal e, de algumas, fica a história da sua vida, por excepcional. Dos navios, a alma morre com as suas guarnições, mas fica a história, quando alguém a escreve.


Autor: Arquiteto Telmo Gomes

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Le Boreal no Porto de Viana do Castelo


Esteve  ontem em  Viana do Castelo  o navio de passageiros  "Le Boreal",  com 142 metros de comprimento e 18 de largura construído no ano de 2010, tendo sido notado pelas suas linhas modernas  e sua grandeza, fez com que muitas pessoas fossem até à beira rio a fim de ver este belo navio de passageiros.
Mais informação poderá ver  aqui  e  aqui.


Clique nas imagem para ampliar.
"Le Boreal" entrando a barra já com piloto a bordo.
"Le Boreal" em aproximação ao cais de atracação.
"Le Boreal" atracado visto da Cidade.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Proas em Viana do Castelo (32)

Símbolos, desenhos ou apenas letras, podemos ver nas proas dos barcos, alguns são da frota de pesca Vianense outros não, contudo são registos feitos no  Porto de Viana do Castelo.
( Proa é a parte dianteira da embarcação, sendo esta embelezada ao gosto de cada dono que normalmente é o mestre da mesma.)


segunda-feira, 14 de abril de 2014

Pinturas de navios 43

Foto e texto extraídos do livro "Sessenta Anos de História" edição do Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.

Porta contentores "Rhein Carrier" pintura do Arquitecto Telmo Gomes

"Os navios são como as pessoas. Morrem só fisicamente. Das pessoas, fica a alma, que se diz ser imortal e, de algumas, fica a história da sua vida, por excepcional. Dos navios, a alma morre com as suas guarnições, mas fica a história, quando alguém a escreve.

Autor: Arquiteto Telmo Gomes

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Proas em Viana do Castelo (31)

Símbolos, desenhos ou apenas letras, podemos ver nas proas dos barcos, alguns são da frota de pesca Vianense outros não, contudo são registos feitos no  Porto de Viana do Castelo.
( Proa é a parte dianteira da embarcação, sendo esta embelezada ao gosto de cada dono que normalmente é o mestre da mesma.)


quinta-feira, 3 de abril de 2014

Pinturas de navios 42

Foto e texto extraídos do livro "Sessenta Anos de História" edição do Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.

Porta contentores "Port Lima" pintura do Arquitecto Telmo Gomes


"Os navios são como as pessoas. Morrem só fisicamente. Das pessoas, fica a alma, que se diz ser imortal e, de algumas, fica a história da sua vida, por excepcional. Dos navios, a alma morre com as suas guarnições, mas fica a história, quando alguém a escreve.

Autor: Arquiteto Telmo Gomes

terça-feira, 1 de abril de 2014

Proas em Viana do Castelo (30)

Símbolos, desenhos ou apenas letras, podemos ver nas proas dos barcos, alguns são da frota de pesca Vianense outros não, contudo são registos feitos no  Porto de Viana do Castelo.
( Proa é a parte dianteira da embarcação, sendo esta embelezada ao gosto de cada dono que normalmente é o mestre da mesma.)

sábado, 29 de março de 2014

O Novo "Gil Eannes"



Esta manhã, esteve a bordo do novo navio  "Gil Eannes",  surto no Tejo, o sr.Presidente da Republica.
A magnífica unidade de apoio e assistência à frota bacalhoeira portuguesa, parte dentro de dias para os mares da Terra Nova e da Gronelândia, onde passará a substituir o velho navio do mesmo nome que, durante anos, tão relevantes serviços prestou aos pescadores no decorrer de sucessivas e árduas campanhas.

O 1º "Gil Eannes"
Tendo entrado há dias no Tejo, vindo de  Viana do Castelo,  em cujos estaleiros foi construído, o navio atracou, hoje, ao cais da Rocha do Conde de Obidos, para receber a visita presidencial, encontrando-se festivamente embandeirado.
Eram 11 e 30, quando o Chefe do Estado chegou ao edifício daquela estação marítima, a cuja entrada era aguardado por diversas individualidades, à frente das quais figuravam os srs. Ministros da Marinha, da Economia e das Corporações.
Presentes, também, os srs. almirantes Alves Leite e João Francisco Fialho; comodoro duarte silva; comandantes Henrique Tenreiro, Newton da Fonseca e Santiago Ponce; dr.Afonso Marchueta, chefe da Repartição do Comércio Externo; eng.Taborda Ferreira, dirigentes do Grémio dos Armadores da Pesca do Bacalhau e outras individualidades.
Recebido à escada do portaló pelo comandante Ramalheira, o sr. General Craveiro lopes percorreu, demoradamente todas as dependências do navio-hospital, que ocupam três pisos servidos por ascensor. A cada passo, o ilustre visitante solicitava informes elucidativos que o capitão-de-fragata Tavares de Almeida, chefe dos Serviços de Assistência à Frota Bacalhoeira, pronto lhe prestava, referindo numeros e pormenores que esclarecem bem sobre a utilidade de uma unidade e os inestimáveis serviços que podem ser prestados aos pescadores, nos mares distantes.


No final da visita foi servido um "aperitivo" tendo o sr. almirante américo Tomás, Ministro da Marinha, erguido o seu copo para saudar o Chefe do Estado, a quem agradeceu a honrosa visita ao novo "Gil Eannes" que-disse-alcançará êxitos entre as frotas bacalhoeiras dos vários países que vão Terra Nova.
E, depois de salientar que aquela visita do sr. General Craveiro Lopes constítuia motivo da maior satisfação para os  estaleiros de Viana  e para o engenheiro construtor do navio, fez votos pelo êxito da viagem que o Chefe do Estado empreende, dentro de poucos dias, a terras portuguesas do Ultramar.
Ao agradecer aquelas palavras, o sr. Presidente da Republica disse ter tido a maior satisfação em visitar aquela magnífica unidade e considerar devida aquela visita, pelo interesse que aos poderes publicos deve merecer uma tal modalidade de assistência aos pescadores, que é-acentuou-unica entre as frotas bacalhoeiras de todo o Mundo.
Assim, era prestigiante para Portugal dispor de tão bela e proficiente unidade destinada a rodear de todos os cuidados a tarefa dos modestos pescadores que, lá longe, tão uteis são ao País.
Felicitou, depois os estaleiros de Viana, ali representados pelo presidente do Conselho de Administração, sr. Jacques Lacerda, e o engenheiro construtor, Taborda Ferreira, pelo trabalho realizado e formulou votos por que se continue a dar como desta vez e sempre que possível, oportunidade de emprego à mão-de-obra nacional.
A terminar, dirigiu-se aos três membros do Governo, dizendo esperar que continuem a trabalhar por "um Portugal maior e melhor".
Ao retirar-se, o Chefe do estado foi acompanhado por todos os presentes até à saída da Estação Marítima.

( Texto retirado do Diário Popular de 29 de março de 1955 )

Atracado em Viana como Museu e Pousada Flutuante

quarta-feira, 26 de março de 2014

Proas em Viana do Castelo (29)

Símbolos, desenhos ou apenas letras, podemos ver nas proas dos barcos, alguns são da frota de pesca Vianense outros não, contudo são registos feitos no  Porto de Viana do Castelo.
( Proa é a parte dianteira da embarcação, sendo esta embelezada ao gosto de cada dono que normalmente é o mestre da mesma.)



segunda-feira, 24 de março de 2014

Pinturas de navios 41

Foto e texto extraídos do livro "Sessenta Anos de História" edição do Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.


Navio  rio - mar de carga geral "Sormovsky 3060" pintura do Arquitecto Telmo Gomes

"Os navios são como as pessoas. Morrem só fisicamente. Das pessoas, fica a alma, que se diz ser imortal e, de algumas, fica a história da sua vida, por excepcional. Dos navios, a alma morre com as suas guarnições, mas fica a história, quando alguém a escreve."

Autor: Arquitecto Telmo Gomes

quinta-feira, 20 de março de 2014

Notícias do século passado

Flutuação do navio "Gil Eannes".


 No passado dia 20, nos estaleiros de Viana do Castelo, foram postos a flutuar o  "Gil Eannes",  navio-apoio da frota bacalhoeira portuguesa, e o navio-motor "Sam Tiago".
À luzida cerimónia assistiram a esposa do Chefe do Estado, membros do Governo e altas individualidades. Assim, mais duas unidades vão continuar uma tradição e o belo esforço do estado no cumprimento do destino dos portugueses  -  o mar

Era desta forma noticiada a inauguração deste histórico navio...

Com pompa e circunstância foi descerrado o nome de  "Gil Eannes"  pela esposa do Chefe do Estado, a Senhora D. Berta Craveiro Lopes.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Navio Geo Ocean I no Porto de Viana

Geo Ocean I
No dia 15 deste mês, atracado no  Porto Comercial  de   Viana do Castelo,  fotografei este bonito navio  registado nas Ilhas Cook.
Saiba mais sobre este navio   aqui  e  aqui

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

E - SHIP 1 - Navio do futuro

Uma vez mais vejo este navio atracado acabadinho de atracar no  Porto Comercial de Viana do Castelo,  construído na  Alemanha,  fez a 1ª viagem em Agosto de 2010 transportando 9 turbinas para Castledockrell Windfarm  de  Emden  para  Dublin.
Veja mais fotos  aqui  e saiba mais sobre este navio do futuro  aqui


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...